';
Juros de financiamento de veículos: recálculo pode ser a solução para sair da inadimplência

Juros de financiamento de veículos: recálculo pode ser a solução para sair da inadimplência

Muitos brasileiros optam pelo financiamento de veículos para conseguir adquirir esse bem que traz tanta praticidade e conforto no dia a dia. Entretanto, em um contexto de crise econômica e até a própria possibilidade de contratempos faz com que alguns fiquem inadimplentes, correndo o risco de ter o veículo apreendido. Uma das formas de evitar esse problema é o recálculo de juros de financiamento de veículos com dívidas. Saiba como funciona o procedimento neste conteúdo da Macdata Tecnologia.

De acordo com o portal IG, as vendas financiadas de veículos registraram aumento de 10,6% em julho de 2021, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram 537 mil modelos novos e seminovos financiados. Mas, caso o comprador tenha dificuldades financeiras e atrase as parcelas, o veículo corre risco de busca e apreensão por conta da inadimplência.

 

Antes de falar sobre o recálculo de juros de financiamento de veículos, cabe explicar quais são as três modalidades disponíveis para financiar carros: Crédito Direto ao Consumidor (CDC), Leasing e Consórcio.

Crédito Direto ao Consumidor (CDC): aqui você consegue um crédito na forma de empréstimo do banco para comprar o veículo. Ele fica na posse do comprador, que não pode vendê-lo antes de quitar todas as prestações. O contrato é feito com a instituição financeira com taxas fixas, sem intermediação da concessionária ou da montadora do veículo;

Leasing: aqui é o banco ou instituição que trabalha com a modalidade que fará a compra do carro. O veículo fica registrado no nome da empresa e só vai para o seu nome depois que todas as prestações forem quitadas. As parcelas também são fixas;

Consórcio: funciona assim, uma empresa cria um um grupo de compradores de um carro. O cliente paga as prestações todo mês e recebe o veículo quando for sorteado. Uma outra possibilidade é o recebimento quando ofertar um lance e for premiado. Esse lance é um adiantamento das parcelas que ainda vencerão. Aqui não são fixados os juros e dentro da prestação está embutida uma taxa de administração.

As três modalidades contemplam a possibilidade de haver busca e apreensão em caso de atraso nas parcelas. Quando a escolha for o leasing, a ação decorrente da inadimplência é a reintegração de posse. Mas como evitar chegar a este ponto e não pagar alto por juros no financiamento de veículos?

Uma das soluções mais indicadas é a Ação Revisional de Juros. Como o próprio nome já diz, ela revisa contratos de financiamento com alienação fiduciária, leasing e consórcio de veículos. Por meio da Ação, é possível reduzir juros de financiamento de veículos, em casos de abusividades no contrato ou inadimplência.

Se houver atraso no pagamento de uma ou mais parcelas, a legislação permite que o banco solicite liminarmente a busca e a apreensão do veículo. Mas antes disso, a instituição deve notificar o devedor. Vale destacar que mesmo se você já tiver perdido o veículo poderá entrar com a Ação Revisional de Juros. O dono do veículo poderá até recuperar o carro. Caso o perca, ele continua com a dívida e a Ação servirá para reduzi-la.

Você acha que está pagando altos juros de financiamento de veículos e quer revisar o contrato? Fale com a Macdata! Temos uma equipe especializada – no recálculo de juros do financiamento de veículos com dívidas e na análise de contratos – auxiliando a milhares de advogados e escritórios de advocacia neste serviço.

 


Fechar Menu