Como a integração dos pagamentos jurídicos com seu sistema de gestão, farão sua empresa economizar dinheiro

Como a integração dos pagamentos jurídicos com seu sistema de gestão, farão sua empresa economizar dinheiro

Em razão de cumprimento de prazos determinados pela Justiça, a área jurídica das empresas se depara com dificuldades na solicitação de pagamentos ao departamento financeiro. Dentre os pagamentos destacam-se os depósitos recursais, acordos, perícias e cálculos que sempre estão atrelados a prazos que, se descumpridos, irão acarretar consequências irreversíveis, na maioria das vezes, caso não sejam efetuados dentro do vencimento.

O trâmite de pagamentos na área corporativa depende de diversos fatores que, de certa maneira, excluem os pagamentos com prazos exíguos. Geralmente, para atender às solicitações jurídicas, etapas são abreviadas, abrindo-se brechas para a não contabilização correta dos pagamentos efetuados. Porém, o controle deve ser rígido, principalmente sobre os depósitos recursais, que podem ser perdidos pela simples falta de documentação interna nas empresas. Existe um valor significativo de depósitos recursais “esquecidos” nas contas utilizadas para este fim na Justiça.

Integrar os pagamentos da área jurídica com o sistema financeiro é uma ótima solução para evitar os problemas não só com a contabilização incorreta dos pagamentos efetuados, mas, também, para agregar outras vantagens ao seu negócio e é exatamente sobre os benefícios dessa integração que vamos falar agora.

Por que integrar os pagamentos da área jurídica com o sistema financeiro?

GESTÃO DE TODO O PROCESSO DE PAGAMENTO

Integrar os pagamentos de responsabilidade das áreas jurídicas de empresas com o sistema financeiro proporciona a gestão dos pagamentos jurídicos desde a solicitação até a confirmação do pagamento ou rejeição por alguma inconformidade, evitando, assim, perdas de prazos e pagamentos de multas por atrasos.

Ao aperfeiçoar a realização de pagamentos condicionados a prazos processuais, as empresas ganham segurança e controle efetivo das despesas jurídicas e depósitos recursais.

CONTROLE DAS SOLICITAÇÕES

Como as solicitações passam a serem condicionadas aos perfis de usuários, elas podem ser efetuadas pelos escritórios terceirizados em tempo real, eliminando depósitos e outras práticas não compatíveis com o compliance jurídico.

SEGURANÇA NOS PROVISIONAMENTOS

O Intersap Web, software desenvolvido pela Macdata Tecnologia, e capaz de gerir integralmente os processos jurídicos, permite a integração com a maioria dos softwares de administração por meio de Web Services. A empresa Mahle Metal Leve, por exemplo, integra as suas solicitações de pagamentos do departamento jurídico com o SAP/R3. Na área corporativa, esse conjunto de soluções proporciona a correta mensuração dos riscos gerando segurança nos provisionamentos financeiros.

No nosso ebook, já falamos sobre os riscos de uma gestão de provisionamentos baseada apenas em estimativas.

Um pouco mais sobre o Intersap Web e a integração com outros softwares

No Intersap Web é possível gerenciar todo o ciclo de vida dos processos de ordem cível, tributária e trabalhista, bem como armazená-los com toda a documentação para futuras consultas; agilizar os pagamentos jurídicos sem perdas de prazo; realizar uma gestão eficaz do risco jurídico e realizar o provisionamento adequado de suas ações trabalhistas. O sistema oferece, ainda, um conjunto de indicadores objetivando medidas corretivas da gestão, a partir dos números consolidados e a gestão proativa do jurídico e dos gestores em geral, reduzindo a incidência de novas ações trabalhistas com base no aprendizado.

O módulo de pagamentos jurídicos do Intersap Web integra-se ao sistema financeiro utilizado pelo cliente através de API. A integração ao ERP da organização é efetuada na área financeira e contabilidade. Já contempla experiência bem-sucedida com integração dos pagamentos jurídicos com a área financeira do SAP, mas também pode ser utilizado isoladamente.

Como funciona, na prática, a integração?

Os pagamentos, após serem solicitados, seguem um fluxo de aprovações estipulado pelo cliente, dentro de alçadas de responsabilidade, desta forma, todos os pagamentos referentes ao Jurídico passam a ser controlados com celeridade. Essa solução contempla a organização dos depósitos recursais, pagamentos processuais e de todas as despesas geradas pelo departamento jurídico.

Após a efetivação do pagamento, automaticamente, é lançado na área financeira do Intersap em contas predeterminadas, proporcionando um acompanhamento efetivo das garantias e despesas em cada processo.

Com esse sistema, elimina-se qualquer pagamento fora das normas da empresa e se obtém o perfeito controle dos depósitos recursais e qualquer outra movimentação financeira processual. O módulo de pagamentos do Intersap pode ser customizado para interagir com qualquer sistema, não apenas o SAP ERP (sistema integrado de gestão empresarial da SAP AG).

Conclusão

A integração dos pagamentos da área jurídica com o sistema financeiro traz diversos benefícios para as empresas, como gestão integral dos processos de pagamentos, controle e segurança nos provisionamentos. O módulo de pagamentos jurídicos do Intersap Web permite a integração customizada com diversos softwares, para atender as demandas específicas de cada cliente.


Deixe uma resposta

Fechar Menu